(41) 9 8455-0000

Artigos

Prevenir é melhor que remediar

Por muitos anos, a odontologia brasileira esteve voltada para o tratamento da cárie. Com a evolução cientifica e tecnológica e o melhor entendimento do mecanismo de formação da cárie, surgiram medidas preventivas, como a fluoretação, visitas periódicas ao dentistas, técnicas de escovação aperfeiçoadas e uso de fio/fita dental.

Uma grande vitória na prevenção da cárie foi o uso do flúor na água consumida pela população, o que, infelizmente ainda não é aplicado em todas as regiões do Brasil. Atualmente, as faculdades de odontologia mudaram o perfil da formação acadêmica, preparando profissionais com uma visão mais ampla de como tratar todas as afecções bucais.

Nos países desenvolvidos, a cárie é um mal controlado ou erradicado, tornando-se a doença periodontal (gengiva) a maior razão de perda dentária. No Brasil, a cárie ainda é a maior causadora da perda de dentes, ficando a doença periodontal em segundo lugar.

Técnicas de escovação, uso de fio dental, e controle alimentar, são as armas mais eficazes no controle da placa bacteriana e conseqüentemente do cálculo dental (tártaro) diminui-se o surgimento da doença periodontal.

Mesmo assim, no Brasil, ainda gasta-se mais dinheiro com o tratamente do que na prevenção destas doenças. Essa situação só poderá ser revertida, no dia em que se implantar em programa de saúde bucal, no qual não apenas os cirurgiões dentistas estejam direcionados a prevenção. É importante também educar a população no sentido de cuidar de sua saúde bucal.



< Voltar

Paranaguá: Rua Júlia da Costa , 531 - (41) 9 8455-0000